O Senhor da Luz - Graciele Ruiz

O Senhor da Luz,
de Graciele Ruiz
por Editora Novo Século
2013 / 320 páginas
Cedido em parceria com o autor(a).
O Senhor da Luz, da autora Graciele Ruiz foi publicado pela Editora Novo Século através do selo Novos Talentos da Literatura Brasileira. O livro é uma fantasia – gênero que adoro! – e conta a história de Lícia, uma garota ruiva, com visão de águia e com asas, durante sua jornada para realizar o último pedido do seu avô: fazer viver novamente o planeta Datahriun. Com o pedido Lícia também ganha uma chave, que será o começo de tudo.

Para abrir uma caixa, também deixada pelo seu avô a jovem terá que reunir cinco chaves, fazendo assim Datahriun surgir. Porém, cada chave possui um guardião – ela é um! – e para encontra-los a jovem terá que se aventurar por diversos clãs (são 9 no total), cada um com uma característica diferente (o clã da Lícia se chama Kan e sua característica é o ar, portanto ela é uma kaniana e controladora do ar).

Desse modo, Lícia parte em busca das outras chaves, encontrando pelo caminho os mais diferentes tipos de desafios e muitas descobertas. Surgi também uma nova amizade – Nahya – em meio às dificuldades, que será de grande importância para sua busca, assim como grandes ameaças – Talled e Trayena, a deusa da morte e da guerra – que podem por tudo a perder.

O Senhor da Luz me surpreendeu de diversas maneiras – todas positivas –, tanto pela trama criativa que a autora conseguiu criar, como pela sua narrativa, sendo esse o ponto que mais me chamou atenção. A história possui muitas batalhas e nesses momentos a autora descreve os acontecimentos com total maestria. Ressalto que não é algo que chega a ser excessivo, mas sim capaz de nos fazer visualizar/imaginar a cena com perfeição.

A autora também está de parabéns quanto aos personagens. A Lícia é uma jovem inteligente, determinada, de gênio forte e que dificilmente desiste de seus objetivos. A protagonista é uma verdadeira guerreira, e é impossível não se afeiçoar por ela. Aliás, não só gostei da Lícia como também dos outros personagens; a Nahya, o Layer – o dragão mais companheiro que já conheci – e o Eriel, que mesmo conhecendo pouco já estou ansiosa peara ler sobre seus próximos passos.

Vale lembrar, novamente, que a Graciele tem uma narrativa muito boa – leve, fluida e instigante – e faz com que a leitura tenha um bom ritmo. Os capítulos são curtos e também bem construídos, assim com a trama, os personagens e os diálogos. O Senhor da Luz é um livro completo e impossível de não gostar. Para os fãs de fantasia é uma ótima indicação.

Entretanto, quanto à revisão encontrei alguns erros. Não que sejam incompreensíveis a ponto de atrapalhara ponto de atrapalhar totalmente a leitura, mas um erro sempre incomoda e tira nossa concentração. Porém, no restante, a editora está de parabéns. A capa é ainda mais bonita pessoalmente e a diagramação está ótima, com um bom tamanho e agradável a leitura. E claro, as páginas são amareladas.

O Senhor da Luz é uma história que surpreende do começo ao fim, cheia de magia, com direito a batalhas, descobertas, tristezas e claro, um suposto romance. Uma trama descontraída que promete bons momentos de diversão. Recomendo!

Comentários

  1. Adorei a resenha ficou muito boa!!

    Fico muito feliz que tenho gostado.
    Obrigada pela parceria ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário